>"Guarú Fantástico" – Vencedores da mostra.

>

Segue relação dos curtas vencedores por voto popular da “Primeira Mostra de Curtas Fantásticos de Guarulhos”.

Desde já agradeço por acreditarem e ajudar a fazer o evento acontecer. Sou apenas um aprendiz, que tem como mestres estas pessoas lindas e maravilhosas que conheci nas mostras em que tenho circulado: Vivi Amaral e Eduardo Santana (CineFantasy), Bernadette Lyra, Laura Cánepa e Gelson Santana (Cinema de Bordas) Iam Godoy e R. Ravena (Espantomania).

1º Lugar (vendedores da mostra)

Melhor Curta: “Gato” – Joel Caetano / “Ninguém deve Morrer” – Petter Baiestorf
Melhor Roteiro: “Gato” – Joel Caetano
Efeitos Especiais: “ O Último Dia” – Kapel Furman
Melhor Ator: “Gato” – Joel Caetano
Melhor Atriz: “ O Assassinato da Mulher Mental” – Mariana Zani
Melhor Diretor: “ Ninguém Deve Morrer” – Petter Baistorf
Melhor Fotografia” “ O Último Dia” – Alexandre Ache
Melhor Montagem: “ Ninguém deve Morrer” – Gurcius Gewdner
Melhor Criatura: “Chupa Cabras” – Rodrigo Aragão

>Vencedores do 5º CineFantasy

>Por Marcelo Milici– 21/09/2010
http://bocadoinferno.com/destaques/os-vencedores-5%c2%b0-cinefantasy/

Após duas semanas de entretenimento, horror e fantasia, o CineFantasy 2010 chegou ao fim! Foram mais de 150 produções, atividades paralelas, debates sobre o gênero fantástico e encontro entre fãs em três espaços diferentes, proporcionando diversão e muita cultura. Para o público, o festival foi uma ótima oportunidade de envolvimento com o cinema fantástico entre curtas e longas, que marcaram presença em eventos pelo mundo.

Foi difícil selecionar as melhores produções, mas os jurados se reuniram no último dia da programação e apresentaram seus argumentos que justificaram suas escolhas. Na competitivas de longas, André Kapel, Marcelo Carrard e Raphael Draccon destacaram na categoria Horror o filme “Christopher Roth“, de Max Sender, estrelado por Joaquim de Almeida. Quanto à competitiva de curtas, o júri, composto por Marcelo Milici, Clemente Tadeu e Liz Marins, teve a missão de selecionar entre 83 produções as melhores em 16 categorias. Assim, depois de muita discussão, apontaram como melhor curta o vampírico “Quiropterofobia“, de Fernando Mantelli, a respeito de um sequestro e um assassino que se alimenta de sangue, mas morre de medo de morcegos.

A escolha foi perfeita mas como não destacar outros filmes como o magnífico “Deus Irae“, produção argentina, que traz uma possessão demoníaca violenta, extremamente criativa e repleta de gore; a fábula de horror “Shrove Tuesday“, com uma criatura sobrenatural e uma fotografia belíssima; o claustrofóbico “Um Animal Menor“, em que um garoto cuida de seu bichinho de estimação, ou melhor, uma garota descuidada em um poço sem saída; o delirante “A História de Lia“, em sequências de horror extremo numa excelente condução de Rubens Mello.

Graças aos esforços de Eduardo Santana e Vivi Amaral, o 5° Cinefantasy foi um grande sucesso e já está deixando saudades! Quais outras produções teremos a oportunidade de conhecer no próximo ano? Faça seu curta, quem sabe ele não aparece entre os vencedores do próximo festival?

Vencedores do 5° Cinefantasy

COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS

Melhor longa de Horror

Christopher Roth de Max Sender

Melhor longa de Ficção-científica

1 de Pater Sparrow

Melhor longa de Fantasia

Strigoi de Faye Jackson

Melhor longa pelo Júri Popular

1° Strigoi de Faye Jackson

2° Dead Hooker in a Trunk de Jen and Sylvia Soska

3° Deathwaltz de Krisztián Károly Köves

Melhor Direção

Dark Souls – César Ducasse e Mathieu Peteul

Melhor Roteiro

Recortadas – Sebastián Rotztein e Sebastián De Caro

Melhor Criatura

Evil Angel

Melhor Vítima

Popatopolis – Julie K. Smith

Melhor Vilão

Christopher Roth

Melhor Maquiagem

Christopher Roth – Giannetto De Rossi

Melhor Efeito

Christopher Roth – Giovanni Corridori e Stefano Corridori

Melhor Trilha Sonora

Christopher Roth – Claude Samard Polikar

COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS

Melhor curta de Horror

Quiropterofobia de Fernando Mantelli

Melhor curta de Ficção-científica

La Revelacion de Vincent Diderot

Melhor curta de Fantasia

Coda de Marcos Camargo

Melhor curta de Animação

Os Anjos do Meio da Praça de Alê Camargo & Camila Carrossine

Melhor curta pelo Júri Popular

1° Deus Irae de Pedro Cristiani

2° Deriva de Ángel Tirado

3° Quiropterofobia de Fernando Mantelli

Prêmio Estímulo Amador

Sorria de Marcos Gonzalez

Prêmio Estímulo Estudante

Aqueles Olhos de Fabiana Sevilha

Melhor Criatura

Deus Irae

Melhor Vítima

Um Animal Menor

Melhor Vilão

Shrove Tuesday

Melhor Maquiagem

Deus Irae

Melhor Efeito

Shrove Tuesday

Melhor Roteiro

A Língua das Coisas – Alan Minas

Melhor Direção

A História de Lia – Rubens Mello

Melhor Fotografia

Ingrávidos

Melhor Trilha Sonora

Tudo Por Um Fio – Ricardo Gilly

Melhor Susto de Velhinha Fantasma

Extrema Unção