>"Guarú Fantástico" – Vencedores da mostra.

>

Segue relação dos curtas vencedores por voto popular da “Primeira Mostra de Curtas Fantásticos de Guarulhos”.

Desde já agradeço por acreditarem e ajudar a fazer o evento acontecer. Sou apenas um aprendiz, que tem como mestres estas pessoas lindas e maravilhosas que conheci nas mostras em que tenho circulado: Vivi Amaral e Eduardo Santana (CineFantasy), Bernadette Lyra, Laura Cánepa e Gelson Santana (Cinema de Bordas) Iam Godoy e R. Ravena (Espantomania).

1º Lugar (vendedores da mostra)

Melhor Curta: “Gato” – Joel Caetano / “Ninguém deve Morrer” – Petter Baiestorf
Melhor Roteiro: “Gato” – Joel Caetano
Efeitos Especiais: “ O Último Dia” – Kapel Furman
Melhor Ator: “Gato” – Joel Caetano
Melhor Atriz: “ O Assassinato da Mulher Mental” – Mariana Zani
Melhor Diretor: “ Ninguém Deve Morrer” – Petter Baistorf
Melhor Fotografia” “ O Último Dia” – Alexandre Ache
Melhor Montagem: “ Ninguém deve Morrer” – Gurcius Gewdner
Melhor Criatura: “Chupa Cabras” – Rodrigo Aragão

Anúncios

>Guarú Fantástico

>Quero agradecer a todos os que estiveram presentes, apoiaram e acreditaram no evento “Guaru Fantástico – 1ª Mostra de Curtas Fantásticos de Guarulhos”.

Após tantos e tantos entraves, o “Guarú Fantástico” – ex “Fam Curtas” – aconteceu neste sábado, dia 30/04/2011 e superou todas as expectativas.
Tivemos presentes realizadores de toda parte. Algumas pessoas gastaram mais de três horas de viagem para chegar ao evento e foram recompensadas com a exibição de quatro horas consecutivas de curtas fantásticos.
O público presente se assustou, deu gargalhadas e celebrou esta vitória e marco da produção cultural independente da cidade de Guarulhos.

Foram momentos emocionantes e marcantes como o discurso inflamado e emocionado de José Mojica Marins, nosso eterno Zé do Caixão.
Outro momento importante, foi a presença de Marcelo Milici, representado toda a equipe do site “Boca do Inferno” (http://bocadoinferno.com), um dos mais importantes e referência para os apreciadores do gênero fantástico e horror que completa 10 anos de existência. Agora temos uma dura batalha pra consolidar este evento, o “Guaru Fantástico” na cidade. Já estamos pensamos na 2ª edição.

José Mojica Marins (Zé do Caixão) e Liz Marins ( Liz Vamp) abrilhantaram o evento e levaram prêmios e homenagens pelo conjunto da obra, significado dentro do gênero e pelo belo trabalho social, respectivamente.

Ao final, Mojica Marins lançou seu primeiro longa metragem, o western “A Sina do Aventureiro” e distribui autografos e, notadamente satisfeito e sorridente, posou para fotos ao lado da também brilhante “Liz Vamp”
que não perdeu tempo e mordeu vários dos pescoços presentes.

Sinceramente, meu muito obrigado a todos me que apoiaram,e estimularam!

>Guarú Fantástico

>

1ª Mostra de Curtas Fantásticos de Guarulhos

30 de abril – 16 h, no Auditório do Sindicato. Entrada Franca

Com o intuito de fomentar e incluir a cidade de Guarulhos na esfera do cinema nacional e internacional, o ex-bancário, ator, cantor e diretor Rubens Mello criou o projeto Guarú Fantástico, com exibição de curtas e filmes para divulgação e descoberta de novos talentos nos quesitos direção e produção cinematográfica. No evento, o cineasta José Mojica Marins será homenageado pelo conjunto de sua obra, pelo fato da temática da mostra estar dentro do segmento fantástico e pela infinita contribuição do Zé do Caixão à produção do cinema de horror nacional .

“Esta 1ª mostra, depois de tantos entraves, esta sendo possivel pelo apoio que recebi da direção do sindicato dos bancários, Zinho Silva e do Zé Luiz” – esclarece Mello.

CRONOGRAMA

• 16h00 – Abertura
• Pólvora Negra – teaser do longa-metragem de Kapel Furman
• O Livro de Jó – de Renato Rodrigues
• Fale Comigo – de Audrey Martiliano
• A Origem do Ruído – Tiago Gerbasi
• kit Terror – de Rafael Aguiar
• Pilulas de Adrenalina – Destino – de Liz Vamp
• O Último dia – de Élder Fraga
• Ninguém deve Morrer – de Petter Bayestorf
• Gato – de Joel Caetano
• Na Privadidade do Numero Impar – de Leo Grego
• Pilulas de Adrenalina – Bodas de Prata – de Liz Vamp
• O Diabo de Lost Creek (The Devil At Lost Creek) – Raymond Castille
• A Carne – de Dimitri Kozma
• O Assassinato da Mulher Mental – Joel Caetano
• Ivan – teaser do curta de Fernando Rick
• O Colecionador – de Dimitri Kozma (animação)
• Pilulas de Adrenalina – Obituário – de Liz Vamp
• Voto Popular para eleger os vencedores
• A História de Lia – de Rubens Mello + Palestra sobre o filme pelo cineasta André Okuma + Psicólogo
• Acústico musical com a cantora e atriz Mari Moi

• Acútico Musical com a atriz e cantora Mari Moi

>Vencedores do 5º CineFantasy

>Por Marcelo Milici– 21/09/2010
http://bocadoinferno.com/destaques/os-vencedores-5%c2%b0-cinefantasy/

Após duas semanas de entretenimento, horror e fantasia, o CineFantasy 2010 chegou ao fim! Foram mais de 150 produções, atividades paralelas, debates sobre o gênero fantástico e encontro entre fãs em três espaços diferentes, proporcionando diversão e muita cultura. Para o público, o festival foi uma ótima oportunidade de envolvimento com o cinema fantástico entre curtas e longas, que marcaram presença em eventos pelo mundo.

Foi difícil selecionar as melhores produções, mas os jurados se reuniram no último dia da programação e apresentaram seus argumentos que justificaram suas escolhas. Na competitivas de longas, André Kapel, Marcelo Carrard e Raphael Draccon destacaram na categoria Horror o filme “Christopher Roth“, de Max Sender, estrelado por Joaquim de Almeida. Quanto à competitiva de curtas, o júri, composto por Marcelo Milici, Clemente Tadeu e Liz Marins, teve a missão de selecionar entre 83 produções as melhores em 16 categorias. Assim, depois de muita discussão, apontaram como melhor curta o vampírico “Quiropterofobia“, de Fernando Mantelli, a respeito de um sequestro e um assassino que se alimenta de sangue, mas morre de medo de morcegos.

A escolha foi perfeita mas como não destacar outros filmes como o magnífico “Deus Irae“, produção argentina, que traz uma possessão demoníaca violenta, extremamente criativa e repleta de gore; a fábula de horror “Shrove Tuesday“, com uma criatura sobrenatural e uma fotografia belíssima; o claustrofóbico “Um Animal Menor“, em que um garoto cuida de seu bichinho de estimação, ou melhor, uma garota descuidada em um poço sem saída; o delirante “A História de Lia“, em sequências de horror extremo numa excelente condução de Rubens Mello.

Graças aos esforços de Eduardo Santana e Vivi Amaral, o 5° Cinefantasy foi um grande sucesso e já está deixando saudades! Quais outras produções teremos a oportunidade de conhecer no próximo ano? Faça seu curta, quem sabe ele não aparece entre os vencedores do próximo festival?

Vencedores do 5° Cinefantasy

COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS

Melhor longa de Horror

Christopher Roth de Max Sender

Melhor longa de Ficção-científica

1 de Pater Sparrow

Melhor longa de Fantasia

Strigoi de Faye Jackson

Melhor longa pelo Júri Popular

1° Strigoi de Faye Jackson

2° Dead Hooker in a Trunk de Jen and Sylvia Soska

3° Deathwaltz de Krisztián Károly Köves

Melhor Direção

Dark Souls – César Ducasse e Mathieu Peteul

Melhor Roteiro

Recortadas – Sebastián Rotztein e Sebastián De Caro

Melhor Criatura

Evil Angel

Melhor Vítima

Popatopolis – Julie K. Smith

Melhor Vilão

Christopher Roth

Melhor Maquiagem

Christopher Roth – Giannetto De Rossi

Melhor Efeito

Christopher Roth – Giovanni Corridori e Stefano Corridori

Melhor Trilha Sonora

Christopher Roth – Claude Samard Polikar

COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS

Melhor curta de Horror

Quiropterofobia de Fernando Mantelli

Melhor curta de Ficção-científica

La Revelacion de Vincent Diderot

Melhor curta de Fantasia

Coda de Marcos Camargo

Melhor curta de Animação

Os Anjos do Meio da Praça de Alê Camargo & Camila Carrossine

Melhor curta pelo Júri Popular

1° Deus Irae de Pedro Cristiani

2° Deriva de Ángel Tirado

3° Quiropterofobia de Fernando Mantelli

Prêmio Estímulo Amador

Sorria de Marcos Gonzalez

Prêmio Estímulo Estudante

Aqueles Olhos de Fabiana Sevilha

Melhor Criatura

Deus Irae

Melhor Vítima

Um Animal Menor

Melhor Vilão

Shrove Tuesday

Melhor Maquiagem

Deus Irae

Melhor Efeito

Shrove Tuesday

Melhor Roteiro

A Língua das Coisas – Alan Minas

Melhor Direção

A História de Lia – Rubens Mello

Melhor Fotografia

Ingrávidos

Melhor Trilha Sonora

Tudo Por Um Fio – Ricardo Gilly

Melhor Susto de Velhinha Fantasma

Extrema Unção

>A História de Lia NA MOSTRA SESI DE CINEMA

>

“A História de Lia” curta que recebeu prêmio de melhor direção no “5º CineFantasy” será exibido dia 28/10 na I Mostra Sesi de Cinema – Prêmio SESI de Curta Metragem em Uberaba, MG.

O festival começa dia 27 e vai até 31 de outubro, com uma programação especial de filmes, mostra paralela (estamos participando da Mostra Paralela Cine Fantástico), oficinas e noite de premiações.

18h Mostra Paralela Cine Fantástico (Terror e Ficção)

Local: Cine Cultura UFTM (Shopping Urbano Salomão / 3o piso) Entrada permitida somente até 20h

Classificação 14 anos

Entrada Gratuita

Gato – Joel Caetano / 24min

A Carne – Rubens Mello / 19min

Minha Esposa é um Zumbi – Joel Caetano / 23min

Mechanics – Gurcius Gewdner / 2min

A História de Lia – Rubens Mello / 14min

A Minute Ago – Gurcius Gewdner / 3min

Naftalina – Aldo Pedrosa e Ricardo Tilim / 23min

Panda – Gurcius Gewdner / 9min

Mangu Negro – Rodrigo Aragão / 105min

>"A História de Lia" leva prêmio de melhor direção no 5º cinefantasy

>
Com surpresa e satisfação ganhei o prêmio de melhor direção com meu curta “A História de Lia” parte do projeto “Tatúrula, Sinfonia do Medo. Não esperava pelo prêmio.
Foram muito trabalhos e gente de toda parte do mundo. Espero que a partir de agora tenhanhamos mais portas abertas porque fazer filme idependente no Brasil, não é fácil.

>A HISTÓRIA DE LIA
Ficção, Horror, São Paulo, SP, Brasil, 2010, 13′, HD cam

Sinopse

Exibição (veja legenda abaixo)

Lia é uma adolescente que vive num lar doentio e violento. Para fugir das frequentes tensões do dia-a-dia, ela se envolve com um grupo de jovens marginais e acaba por se entregar às drogas. Mas a tragédia se desencadeia quando ela é possuída por sua amiga invisível.

Lia is a teenager that lives in a sick and violent home. To run away from the constant tensions of her day to day, se gets involved with young criminals and ends up doing drugs. But a tragedy happens when she is possessed by her invisible friend.

Centro cultural Vergueiro 04/09 às 18h

Biblioteca Viriato Correira 12/09 às 18h

Ficha técnica

Direção: Rubens Mello
Elenco: Karina Bez Batti, Donata Emiliano, Judson Ovídio, Bianca Marcella, Lane ABC, Elton Prado, Henrique Tetas, André Honey, Luhatus Curcelli, Renato Pignatari, Alexandre Rodrigo Brito, Victor Signoretti, Lika Carósio, Mari Moi